Escolas precisam de música!

Escolas precisam de música!

Escolas precisam de música!


Ajude a promover a aplicação da música na educação brasileira.

“Por favor, considere:
As escolas precisam de música”.

Quando caminhava naquela manhã, em direção ao ponto de ônibus  no bairro em que eu morava na época, na aconchegante cidade de Victoria – BC, Canadá, décadas atrás, e vi  aquele slogan “Por favor, considere: as Escolas precisam de Música” estampado em um carro estacionado numa garagem, senti que ele queria dizer algo.

Logo após, já no ônibus, surgia em minha mente uma relação: A música desperta emoções, ok? E esta é uma realidade: as “Escolas precisam de emoções”. E a música talvez seja um dos instrumentos mais eficazes para tal. Além da parte cognitiva, a escola deve abranger as artes e os esportes, pelo menos – Sócrates já dizia isso há milênios. Ok, há o teatro, as danças e os esportes, todos também a serem utilizados, sem grandes esforços – depende apenas de boa vontade e de um mínimo de boa gestão. Mas vamos focar aqui na música.

A música é uma ferramenta poderosa. Talvez uma das ferramentas mais poderosas que nós, seres humanos, temos em nosso planeta. Estes eram os pensamentos que fluíam em minha mente, enquanto eu escutava música na Ocean 98,5, estação de rádio, que costumava ouvir durante os trajetos, caminhando ou nos ônibus.

As emoções surgem de dentro. Dentro de nós há vários tipos de registros, alguns formam como que blocos de experiências. Temos os blocos de experiências tristes, assim como as ondas positivas de experiências de alegria. Algumas vezes nós podemos fazer emergir as que nos dão forças e outras as que nos coloca para baixo. O ponto chave é que a música ajuda a resgatar ambas; dependendo de que tipo de música ouvimos.
Se aprendemos a identificar a música que nos leva “para cima”, positivamente, podemos usar isto como um elevador para nos fazer subir.
Se nós pensarmos sobre equilíbrio, ao sentirmos que estamos para baixo ou “down”,  podemos usar um pouco de música “yang” para nos levantar. Caso contrário se estivermos muito “elétricos” ou ansiosos, podemos usar algum tipo de música “yin” que nos acalme.

ritmo, música

Qual a relação entre música e as ações do dia a dia?
Pessoalmente, se tiver que dar a resposta numa palavra, esta será: ritmo!
Achar nosso ritmo ideal é vital. Nossas vidas têm a ver com qual ritmos damos a elas. E as emoções fazem parte disso. Conhecer o que é o melhor para nós é algo que deveríamos saber – em todos os sentidos; e isso inclui saber quais músicas nos fazem bem. E fazer uso delas no dia a dia.

No nível pessoal, uma dica simples é: observar a si e às suas reações, de acordo com o tipo de música que escuta. Conforme nos manifestamos, estabelecemos um estado de humor. E a música tem grande influência em nosso estado mental. No fundo,  a escolha é sempre nossa!

Em termos educacionais, torna-se imperativo aos nossos educadores levar este tema em consideração. Ele não pode ser ignorado ou esquecido como se não existisse, ou então, simplesmente não tivesse o poder que tem. O tema MÚSICA tem poder sim, e deveríamos usá-lo para o bem de nossa sociedade. Há exemplos fantásticos no Brasil de resgate de valores em grupos de pessoas expostas em situações as mais variadas, por meio da música.

musicalidade, site intuicao.com

O fato é que o tema Música nas escolas deveria ser considerado com mais carinho e dedicação pelos educadores e sistemas de ensino que realmente  visem melhorar as vidas das pessoas, dentro de suas realidades de vida.

Fica a sugestão: ajude a promover a aplicação da música na educação brasileira.

Apenas como curiosidade, veja um pouco de um projeto de décadas atrás, de uma escola rural do oeste do Canadá. Considerar que a gravação e imagens são dos anos 70, feita ainda em tape – foi parte do The Langley Schools Music Project, de uma escola rural do oeste do Canadá. Clique aqui e ouça um coro de 60 crianças cantando Sweet Caroline. Veja mais detalhes clicando aqui (em inglês) e mais ainda, clique e veja esses depoimentos. Emociona, concorda? E aqui mais uma síntese com imagens e música do que fizeram God Only Knows: A History of The Langley Schools Music Project
E aqui eles se reunindo 25 anos depois.

Alguns dos depoimentos são simples, como simples é a vida da maioria de nós; o que ressalta é ver o impacto que aquele simples projeto teve nas vidas de diversas pessoas. Projetos simples trazem grande impacto na vida das pessoas que deles fazem parte e, também, direta ou indiretamente, impactam as suas comunidades. Eles fazem diferença! 


reflexão: Herbert Santos Silva
site intuicao.com