O intelecto humano e suas referências

O intelecto humano e suas referências

O intelecto humano e suas referências.

Extrato do livro Ferhélin, OUVINDO AS ESTRELAS.

A palestra intitulada: “O intelecto humano e suas referências” corria solta no centro de convenções de um hotel nos arredores de Banff, uma bonita e aconchegante cidade nas Montanhas Rochosas canadenses.
O palestrante, um senhor britânico, de cor clara, magro e alto, usando óculos de aro fino, em seus 50 anos, havia abordado vários aspectos por cerca de uma hora. Ele agora falava sobre os interesses da sociedade atual:
Normalmente dirigimos nossa atenção àquilo que damos importância, ao que nos interessa. Ao lermos uma manchete no jornal, ao ouvirmos uma notícia no rádio, ao vermos algo na TV, nós naturalmente sintonizamos nossa atenção naquela direção, se nos interessar.

A questão é: O que nos interessa?
Mais comumente que possamos imaginar, a nossa atenção é guiada por influências externas. Em geral, alimentamos nossos intelectos, sentimentos e emoções com o tipo de energia que estamos recebendo.

Qual é o universo que congrega a maior atenção das pessoas hoje em dia?
Ninguém respondeu. Então, ele afirmou:
O universo financeiro! Atualmente, o dinheiro cria padrões, direciona e chega mesmo a falar. Há até um ditado: “o dinheiro fala mais alto”.
Esta é a realidade prevalescente do momento: vivemos em um mundo super governado pela energia do dinheiro, é um mundo regido pelas influências econômicas, em que a linguagem reinante é: vender, para alguns, e comprar, para a maioria.
Há padrões criados de acordo com a capacidade de vender e de comprar. Querendo ou não, estamos “comprando” ou “vendendo” as más notícias ou a imagem de uma mulher considerada bela pela mídia. Há vários pontos a ser considerados: O que estamos comprando?
Pelo quê estamos pagando?
Que tipo de “moeda” estamos usando para pagar?
Quem ganha com isso?

Ficam aqui as questões colocadas pelo Senhor Britânico. Para pensarmos a respeito.

————————————————————-
Notas:
*Ferhelin: personagem central do livro, uma jovem cientista em sua jornada pelas Montanhas Rochosas.
**Senhor Britâncio: palestrante com quem Ferhélin se encontra nas Rochosas Canadenses..

Autor: Herbert Santos Silva
Trecho do ivro: Ferhélin, Ouvindo as Estrelas